segunda-feira, 1 de junho de 2009

Diferença entre lutheria de violões e construção de sólidos



Muita gente me pergunta por que eu não ensino a construção de guitarras.
Eu explico!
A guitarra é um corpo sólido, fresado e com uma captação acoplada. Sem a captação a guitarra não tem quase som nenhum.
O violão precisa da acústica.

Todo trabalho desenvolvido dentro deste instrumento, irá comprometer de forma favorável ou não, a sonoridade.

Quem constrói guitarras dificilmente conseguirá fazer um violão.
Entortar uma lateral no ferro quente, escalopar travessas, entender a acústica das madeiras, perceber como um tampo trabalha, saber quanto se deve afinar uma madeira para que exista vibração, conjugar madeiras diferentes para que o violão tenha o timbre adequado... as diferenças são grandes demais. Qualquer pequeno detalhe é fundamental para a construção de um bom violão.
A proposta do nosso curso de construção de violões e da formação do profissional luthier, passa pela necessidade de vivenciar tais informações.

Apesar de existirem detalhes particulares na construção de cada tipo de instrumento musical, as guitarras possuem uma conformação adequada a receber componentes eletrônicos e não amplificação acústica.

Você pode construir uma guitarra com serra de fita, e tupia, mas, não conseguirá o mesmo resultado se quiser construir uma semi-acústica por exemplo.

A lutheria é um trabalho demorado, refinado e para pessoas pacientes, pois quem dita as regras é a madeira e madeiras trabalham com o tempo.