domingo, 15 de fevereiro de 2009

Instalação de uma porta USB na Guitarra.

Matéria publicada na revista americana PC Magazine. Tradução: Fernando Bernardo

A primeira questão é: por que você deseja uma porta USB em uma guitarra elétrica? Simples: comodidade.

Ao colocar um pequeno codec USB em uma guitarra, você está colocando nela, uma placa de som extra.

Então, quando você grava, seu violão ou guitarra é digitalizado o sinal transmitido para o seu computador através de um cabo USB.

Você tem mais mobilidade e menos cabos. A guitarra ainda mantém todas as capacidades do padrão analógico, mas, com uma saída USB.

Este é um projeto da PC Magazine, um
exemplo de como podemos usar a tecnologia da informática a nosso favor.



Para o nosso projeto, eu selecionei uma guitarra simples e bem feita e uma interface USB.

M-Audio Micro USB fornecido com diversas interfaces para a experimentação.


Aqui a guitarra na mesa de operações.

É uma SX STL Ash, um instrumento digno e barato ($ 120) um modelo.

A Tele é o estilo de guitarra ideal para os nossos objectivos : bolt-on no braço, slotes de espaço no painel dos captadores sob o pickguard e boa espessura de borda .
Os trastes modelo jumbo trazem ótimo sustain e seu design b
astante ergonômico faz deste instrumento uma opção bastante confortável ao toque.


A interface USB tem duas entradas de 1/8 de polegada, uma para a guitarra e a outra para um headfone estéreo.

Possui um cabo curto com um plugue USB.

Abre-se facilmente apenas com as unhas e um pouco de pressão.

Tem Micronas USB com codecs pré programados para gravar um canal por vez, em uma entrada de 16 bits, taxa de amostragem de 44,1 kHz - qualidade de CD.

Ele possuí sinal de saída em ambos os canais, direito e esquerdo.




O módulo ( micro USB )se encaixa facilmente na cavidade.

O Jack de entrada normal da guitarra fica sendo a saída analógica.

O segundo Jack foi destinado a ser uma entrada auxiliar.

Eu li a documentação relativa ao Micronas chip e pensei que eu poderia colocar uma segunda guitarra ou um microfone entrando na guitarra e ter a guitarra em um canal e a voz ou o violão na segunda entrada.

Infelizmente, eu não descobrir o meu erro principalmente depois que o projeto foi acabado, ou seja, a minha guitarra tem uma desnecessária e inútil entrada a mais.

O terceiro Jack é para os headfones.

A maioria dos pequenos headfones têm 1 / 8 de polegada de entrada, mas eu achei que o meu projeto ficaria mais bem construído com 1 / 4. Prefiro usar fones de ouvido com um 1 / 4 de polegada de jack ou eu uso um adaptador de 1 / 4 para 1 / 8 .
O conector USB fêmea é da L-COM, número ECF504-12AAS.

É o menor Jack de painel que eu poderia encontrar e eu gostei do reservatório de plástico cromado.

Eu percebi que uma extensão macho-macho de 10 pés proporcionaria boa mobilidade.

Eu percebi que o mini conector USB não seria robusto o suficiente, então coloquei o maior tamanho.



Eu fiz uma linha central para guiar todos os furos e perfurei com uma broca chata de 7 / 8 de polegada.




Eu perfurei um pequeno buraco para o cabo USB e fiz com o formão, as marcações das abas do conector no corpo da guitarra.

Eu utilizei uma Dremel para limpar a parte interna.

Você tem que ser cuidadoso quando fizer este procedimento, é fácil rachar a madeira e provocar danos graves.



Eu abri a proteção da tomada USB com uma chave de fenda.

O Jack e placas de circuito deslizaram para fora da caixa.

Eu cortei o excesso de comprimento fora a placa de circuito, o que diminuiu o tamanho do espaço utilizado dentro da guitarra.



Eu marquei e removi os fios do Jack para poder colocar o módulo em seu devido lugar na guitarra, depois eu re-soldei todos outra vez, fixando o módulo fêmea em seu devido lugar.




Aqui está a placa de alumínio para dar acabamento e cobrir o resto das entradas.

Fiz a abertura retangular sobre uma furadeira de bancada, mas você pode fazer um bom trabalho perfurando os cantos e dando acabamento com lixa, para não deixar rebarbas.

Eu decidi embutir a placa, achei que era a coisa certa a fazer.




Eu usei a Dremel, com uma fresa de 1 / 8 de polegada.





Com a furadeira de bancada, eu fiz furos de 3 / 8 de polegada para os jacks.




Eu tinha originalmente pensado em eliminar jacks e soldar diretamente à Micro USB dentro da guitarra, mas decidi que os jacks não iriam sofrer qualquer problema de mal contato de conexão dentro da guitarra.

Uma liga a saída da guitarra e a outra é para o headfone estéreo.




Aqui está o painel lateral concluído - com o inútil Aux IN.