quinta-feira, 1 de janeiro de 2009

Madeira envelhecida!


Muitos luthiers tem por hábito dizer que seus instrumentos são construídos com madeiras envelhecidas, o que em parte pode ser verdade. Alguns chegam a dizer que são confeccionados com madeiras que tem entre 30 e 200 anos!
Esta informação é que talvez não tenha relação direta com a qualidade... eu sei que existem madeiras com esta idade e que alguns móveis antigos também podem ser recortados para fabricação de instrumentos, o problema é que quando se fala em "Aged", está se falando do tempo e não da qualidade desta madeira. Posso explicar!
Uma árvore precisa de tempo para amadurecer como qualquer ser vivo, não podemos esquecer é que o mercado não espera e que a todo momento vemos caminhões e mais caminhões de madeira verde aportando nas lojas.
Se uma madeira não "amadureceu" o bastante para ser cortada, se não chegou na sua fase adulta, não está estável! Esta mesma madeira cortada na lua errada e na época errada, pode carunchar, rachar, trabalhar demais e jamais vir a ser uma madeira de altíssima qualidade, mesmo depois de envelhecer 200 anos.
Se apenas o envelhecimento fosse benéfico, poderíamos guardar caixas de maçã por 200 anos e depois estariam perfeitas para se construir violões!
A árvore cresce de dentro pra fora, aumentando um anel a cada ano, dependendo do tipo de árvore e do tempo de vida de cada espécie, sabemos quantos anos são necessários para este amadurecimento.
O corte deve ocorrer nos períodos de inverno, nas luas minguantes.

Vivemos em um planeta vivo e madeira mesmo derrubada trabalha!